Esses dias eu tava pensando como foram meus primeiros meses casada. Veja bem, não quero polemizar aqui e nem ficar de mimimi. Me diziam que os primeiros meses seriam difíceis e quem sobrevivia ao primeiro ano ganhava uma “estrelinha dourada”, eu achava bobagem e ria. Não riam. É verdade. É a pura verdade.

Eu e Dudu brigamos muito. Muuuuuuuuuuuuito. Tudo era motivo de confusão. Não porque a gente queria brigar simplesmente, mas a gente precisava resolver umas coisas. E nem sempre a sra. Paciência aparecia lá em casa, então vinha aquele instinto (feio) de resolver tudo no grito. E ninguém queria dar o braço a torcer. Cada um berrava de um lado.

Tiro. Porrada. Bomba. Muito choro. BE beijos e sexo – para fazer as pazes (pq sim!).

Eu sou chegada numa lista, então aqui vai o TOP 5 maiores choques do início do casamento:

1 – Meu marido ronca – Gente! Imagina descobrir que seu marido ronca? Tenso! Eu não conseguia dormir, e a gente brigava porque eu queria dormir e ele não deixava porque estava roncando. E eu tinha que acordar ele. E ele brigava porque acordava ele. Aff! Hoje isso já se resolveu, ele ainda ronca mas já descobri o truque pra parar com isso! hahaha

2 – “Lá em casa é desse jeito!” – Imagina você morar anos com seus pais, numa rotina já certinha, funcionando e do nada ir parar numa casa estranha com um “desconhecido”. Aí você tenta fazer as coisas do jeito que sempre funcionou pra você, lá na casa dos seus pais. Mas peraí, na casa dos pais dele acontecia de outra forma. E ele quer que seja assim. Opa, assim não dá certo. Vocês vão ter que encontrar um jeito só de vocês. E até encontrar, haja DR.

3 – “Eu quero dormir do outro lado da cama” – Essa é uma clássica que eu achava bobagem. Gente, levei mais de um mês pra me adaptar a cama nova. Tentei dormir de um lado. Nada. Ia para o outro. Nada. Voltava pro primeiro. Nada. Troca de travesseiro e dorme do lado direito. Troca de travesseiro e dorme do lado esquerdo. Nada, nada, nada. Pega o travesseiro de solteiro na casa da mãe. Opa, deu certo, mas o lado ainda não é esse. Troca de lado de novo. Por fim, compramos travesseiros novos e não usamos, ficaram para os “hóspedes”. Dormimos com nossos travesseiros velhos, de solteiro. E eu fico do lado esquerdo e ele do direito. E nem pense em trocar de novo! hahaha

4 – “Macarrão de novo, amor?” – Sou chegada no macarrão. Comeria TODOS os dias. E Dudu não. E enquanto eu estava super feliz de comer macarrão direto ele já tava pedindo socorro. Ele queria arroz e feijão. E eu nem sabia cozinhar feijão. Foi quase 1 mês de macarrão diariamente até que ele, de uma forma muito sensível, falou “macarrão de novo, amor?”. Tadinho, não aguentava mais. Aí comecei a variar. Mas até hoje ele me zoa que lá em casa só tem macarrão, mesmo que hoje eu quase não faça mais, rs;

5 – “Luana, essa roupa tá na máquina há quantos dias?” – Não riam de mim. Mas eu esquecia a roupa na máquina. Bati o recorde de 6 dias. Eu nunca tive o hábito de lavar roupa e lá em casa, pra piorar, a lavanderia é no terraço, onde eu quase não vou. Então eu colocava pra lavar e esquecia. Custou hein!

Alguém passou por algo parecido?
Conta nos comentários!

beijos!