13614966_1576937289269281_596577810441690144_n

No dia 3/7  aconteceu o chá de fraldas do Lucas. Recebi cerca de 120 pessoas lá em casa, entre familiares e amigos (sim, não sei fazer festa para poucos). Foi um “evento” para homens e mulheres. Alguns foram em casal, outros só as mulheres, mas todos eram bem vindos.

Uma coisa que eu tinha em mente desde que fique grávida era que queria fazer o chá de bebê/fraldas. Não só pelo que se ganha, mas pelo momento. Encontrei muita gente que não via há tempos,  que foi porque queria me ver ainda grávida. Alguns não puderem comparecer, claro, mas já marcaram pra me encontrar. E esse carinho não tem preço. Digo isso porque tenho visto muitas mamães preocupadas se o chá vai compensar financeiramente, se o gasto vai ser maior que os ganhos, com mil exigências de presente para fazer valer a pena o gasto. Acho isso muito pessoal e não julgo, mas EU jamais faria um chá de fraldas com uma calculadora na mão e contabilizando cada gasto e ganho. Eu gosto de festa, do momento. Sinceramente não sei dizer a vocês se ganhei mais do que gastei – até porque eu não saberia mensurar isso. Mas ganhei muita coisa e fiquei bem satisfeita com o resultado final.

Agora vamos aos detalhes:

Escolha da data:
No dia do chá eu estava com 29+6 e pra mim foi o momento ideal. Eu tive muita ajuda – e pra tudo – mas mesmo assim fiz de tudo, subi e desci escadas e no fim do dia não tava me aguentando em pé. Se a gravidez estivesse mais adiantada, talvez eu não teria pique. Além disso, escolhi um domingo a tarde porque Dudu tem aulas aos sábados e domingo é um dia mais tranquilo para meus amigos da igreja.

Convite:
Escolhido o dia, o próximo passo foi fazer o convite. Peguei um modelo pronto no Freepik e editei. Não ficou perfeito, claro, mas deu super certo. Imprimi alguns e entreguei para minha mãe e sogra distribuírem. Outros entreguei para alguns amigos, mas a maioria foi convidada pelo Facebook. Criei um evento e incluí todos.
Optei por colocar uma “sugestão” de presente. Acho que fica mais livre e ninguém fica desconfortável de aparecer com fralda pampers vermelha ou pompom. Tenho visto muita gente fazendo questão de modelo de fralda (no geral pedem a Pampers verde ou roxa APENAS) e na minha opinião isso constrange sim o convidado. Novamente, muito pessoal.
O que sugeri: fralda Pampers ou Huggies M ou G (me falaram que são as mais usadas) + lenço umedecido.

convite cha de fraldas Lucas

Cardápio:
Como marquei num domingo à tarde, queria mais a ideia de lanchinhos. Mas no fim, venceu o cachorro quente, que é rápido, fácil, barato e rende. Melhor combinação. Além disso, também servi salgadinhos fritos (300), mini empadas (200), sanduíches diversos com frios, bolo de chocolate e cenoura, barquete com recheio de frango com catupiry e pipoca (meu maior desejo de grávida).
De sobremesa: comprei o bolo com a Rejane Azeredo. Conheço ela há anos. Acho que o primeiro bolo que ela fez na minha família foi o de 15 anos da minha irmã. De lá pra cá não saiu da nossa família. Os docinhos fechei com a irmã dela, a Rosângela. São deliciosos, fresquinhos e com ótimo custo. Encomendei 300 misturados (brigadeiro, casadinho, beijinho, moranguinho e cajuzinho). Não quis nada de doce modelado, fora que dá suuuuuuper pra ser feliz só com esses simples. Como boa formiga que sou, ainda fechei palha italiana e mini cupcakes com a Desembrulhe. Eles são novidade nas minhas festas, mas já me rendi. Sabor excelente!

13439046_1576939195935757_2122227075723353182_n

13606835_1576937259269284_1147062890154766389_n

13612338_1576939299269080_1216732727798496025_n

Decoração:
Uma coisa eu tinha em mente: não queria um tema. Nada de ursinhos, ovelhinhas… queria focar nas cores do quarto dele: azul e amarelo. No fim, o resultado foi melhor do que eu esperava. Aluguei os móveis na Ludmylla Locação e as louças na Bersot. Montei tudo com a ajuda da minha irmã. Minha mãe fez o varal de tecido que ficou no muro inglês. O tecido que sobrou rendeu trouxinhas de bombom embrulhados e algumas almofadinhas pro quarto do Lucas.

13606797_1576939942602349_8417296791747490666_n

Lembrancinhas:
Eu fiz chaveiros de corações de feltro, comprei caixinhas tipo milk e enchi de balinhas, mamadeiras de acrílico com balinhas do coração e também trouxinhas de bombom.

e739dc99-7ed0-427f-b0b6-47fb11bee8ef

Desculpa a foto ruim 🙂

Brincadeiras:
Muito, muito, muito pessoal. Eu não fiz.
Minha ideia de chá era uma grande celebração à vida, uma comemoração pela chegada do Lucas, um momento para reencontrar amigos e familiares e talvez uma despedida da minha fase “não-mãe” (não sei explicar). Talvez seja minha última festa até o aniversário de 1 ano dele, então eu quis aproveitar esse momento.

Valeu a pena?
E como! Pelo momento de comunhão, pelo carinho que recebi, por cada pessoa que estava feliz com a minha felicidade e, claro, pelas fraldas. Suuuper valeu a pena! Faria de novo certamente. Não coloquei na ponta do lápis os gastos pelos motivos que falei lá em cima, mas sei que tudo compensou.

Agradeço muito a Deus por este momento, porque se não fosse por Ele, não estaria comemorando a chegada do Lucas. Ele tem proporcionado tudo na minha vida e não seria diferente agora. Agradeço também a cada familiar e amigo que nos ajudaram nesse dia.
Foi incrível!

beijos,