Sempre que eu pensava em ser mãe o momento das vacinas me assustava. Tenho pânico de agulhas e tirar sangue/tomar vacinas sempre foi desconfortável pra mim. As duas primeiras vacinas de Lucas eu estava com ele e foi horrível pra mim. Entenda bem, eu faço qualquer coisa pelo meu filho, mas não posso negar quão ruim foi ouvir o choro sofrido dele. Graças a Deus ele tem não teve reação, ao contrário do segundo mês.

No segundo mês são quatro vacinas de acordo com o calendário do governo brasileiro. Três delas são agulhadas (pentavalente, pólio inativada e a pneumocócica conjugada) e uma é de gotinha (rotavírus). Eu dei todas elas no postinho. Há quem dê parte das vacinas no particular porque o esquema é diferente. No particular, a Pentavalente inclui a pólio (o que diminui uma picada) e dizem que dá menos reação. Além disso, a rotavírus protege contra cinco tipos de vírus contra um só no público. Mesmo sabendo dessas “vantagens” eu optei por tomar no postinho e me sinto segura com minha decisão.

Ao contrário do que muitos orientam, a pediatra do Lucas disse para não dar remédios de febre/dor antes da aplicação e falou para esperar para ver como ele reagiria. Assim que saímos do postinho ele estava choroso, o que achei normal já que ele ficou assim na primeira vez também. Quando cheguei em casa que começou meu desespero – na verdade, dele. Ele começou a chorar demais e ficou assim por horas. Choro sofrido mesmo, com lágrimas. Estava realmente sofrendo. Mediquei mas demorou bastante pra ele se acalmar.

As vacinas são aplicadas nas coxas. A pentavalente na esquerda e as demais na direita. Ele reclamou das duas de início, tive que tirar o shortinho porque qualquer contato na pele ele chorava demais, mas com o tempo só a coxa esquerda continuou dolorida. Era todo um cuidado para segura-lo sem tocar no “machucado” para ele sofrer menos. Minha mãe veio me ajudar porque eu estava nervosa demais com ele chorando sem parar. Nessas horas somos realmente testadas né? Não é só dar colo, peito, fazer carinho, tem que manter a calma para controlar a situação. E não é fácil com um bebê chorando, com um filho chorando. Bate o desespero mesmo porque já foi tentado de tudo para aliviar o pequeno e ele continua no sofrimento.

Levou um bom tempo para Lucas se acalmar e querer mamar, mas assim que largou o peito dormiu. Fiquei com ele aquela noite em vigília. Ele acordou por volta das 2h, horário da mamada da madrugada. Achei que estava febril e o termômetro marcou 37,5°. Mediquei, amamentei e ele dormiu no meu colo. No dia seguinte amanheceu sem reclamar das perninhas mas a febre baixa manteve-se o dia todo. Ele ficou molinho, dengosinho, mas sem choro.

Esqueci de falar que fizemos compressas de água fria para colocar nas coxinhas. Senti que aliviava por alguns instantes, então vale a pena fazer em casa. Se tivesse uma daquelas bolsas de água seria até melhor.

Em dezembro será a segunda dose das vacinas e espero que a reação seja mais tranquila. Ver o filho sofrendo acaba com o coração de qualquer mãe. Sei que as vacinas são para o bem mas é impossível não se irritar com elas. No mais, a melhor dica é dar muito colinho e carinho. Não cura mas faz um bem danado pra eles – e pra gente

Beijos,
Lu

Minha vida eu resolvo toda online. Só não imprimo dinheiro porque não pode! haha O enxoval do Lucas não foi diferente. Fiz TUDO online, poucas peças eu comprei em lojas físicas. Acredito que muitas mamães sejam como eu, tanto pela falta de tempo de ir bater perna quanto pela praticidade de receber as compras no conforto de casa.

Como mãe de menino tive dificuldade de encontrar peças bacanas que não fossem azul (ou tons de azul). Não me entendam mal, eu adoro azul, mas você só encontra azul pra meninos, poucas lojas variam um pouco para o amarelo, verde, coral…

why-shop-online

Enfim. Segue a listinha com as lojas e alguns comentários.
Vale lembrar que é minha experiência real de compras.

Dinda – Minha maior perdição, sem dúvidas. A Dinda tem diariamente ofertas de diversas marcas. É tipo um Privalia mas pra crianças, até tem coisas de adultos e de casa, mas não é o foco. Já precisei trocar e foi tranquilo, o atendimento pré e pós vendas é ótimo. Eu até baixei o app da Dinda pra facilitar meu consumismo hahaha
Uma reclamação: o pagamento é quase sempre em cartão de crédito e eu não gosto muito de usar.
www.dinda.com.br

Piu Blu – Conheci essa marca numa ação da Dinda. Comprei várias coisinhas básicas no site deles. A qualidade do tecido é ótimo. Resistiu muitas lavadas sem bolinhas.
www.outletpiublu.com.br

Bebê Básico – Uma das minhas marcas favoritas. Compro tanto na loja física quanto online. As estampinhas são lindas! Sou apaixonada! <3 Também só aceita cartão de crédito :/
www.bebebasico.com.br

Walmart – Comprei muitas peças da linha Child of Mine da Carters. Comprei vários tamanhos. Peguei uma promoção e fiz a festa. Sempre fico de olho nas ofertas para comprar peças novas. Ah, também vende outras marcas de roupas, tem muita coisa por lá.
www.walmart.com.br/

Lojas Americanas – Nas Americanas comprei muita coisa tanto na loja online quanto na física. Tem muita coisa bacana por lá. Minhas compras foram basicamente peças da TipTop, o preço era melhor do que na loja online deles. Tem muitos bodies com estampas divertidas e fofas. Vale olhar!
www.americanas.com.br/

Tricae – A variedade da Tricae é enorme. As promoções são ótimas também, tipo “6 conjuntos por R$ 99”. Sempre aproveito. Ah, as vezes rola descontos especiais no aplicativo da loja.
www.tricae.com.br

Ficou Pequeno – Brechozinho online. Sempre entro pra garimpar e encontro pecinhas lindas. No geral vasculho as categorias “sem uso” e “pouco uso”. Chegam lá em casa direitinho, bem embaladas e as peças em ótimo estado. Até na etiqueta já comprei.
www.ficoupequeno.com

Alphabeto – Peças fofolindas com carinha de criança mesmo. Adoro!
www.alphabeto.com

C&A – “Mas Luana, tem loja física da C&A!” Eu sei, mas nunca acho coisas legais por lá, mas no site sempre tem peças lindinhas e descotinhos.
www.cea.com.br

Lojas Renner – Mesmo motivo da C&A. Adoro os kits de body da Renner. Pagamento no cartão de crédito e cartão Renner.
www.lojasrenner.com.br

Mamães leitoras do blog, onde mais compram as roupinhas de seus filhos? Alguma dica de loja online que não listei (imagino que várias! rs). Me contem porque eu adoro conhecer novas.

beijos,

Já falei aqui que não queria que Lucas usasse chupetas. Não tinha um motivo muito forte além de “eu não chupei, ele também não vai”. Minhas objeções não tinham nada com a questão de dentição, confusão de bicos etc. Bom, eu não tinha pesquisado sobre modelos de chupetas mas já tinha visto a Soothie da Avent em alguns perfis no Instagram. Foi numa compra de roupinhas numa lojinha de importados que pensei “por que não?” e coloquei um pack no meu carrinho.

A Soothie chama atenção pelo visual. Sempre me perguntam se é uma chupeta. Ela é bem diferente do que estamos acostumados. Seu design foi desenvolvido para que o bebê não sufoque ou se machuque. Sua principal promessa é acalmar o bebê – e ela cumpre com louvor.

img_1487

Ela tem fama de milagrosa, mas eu não chegaria a tanto. Que pretensão! haha A Soothie foi desenvolvida por pediatras americanos que buscavam um modelo que se aproximasse do seio. Por lá, ela faz tanto sucesso que é distribuída nas maternidades. É super bem recomendada.

Eu realmente não sabia disso tudo quando comprei para o Lucas mas depois que comecei a pesquisar, fiquei satisfeita com minha escolha. Lucas ainda mais. Cheguei a comprar um modelo mais simples da MAM mas ele não aceitou. Só pegou essa. Comprei mais algumas para ter sobrando (chupetas têm asas e eu já perdi uma).

Não tem aqui no Brasil, só em lojinha de importados. O preço varia de R$ 45 a R$ 80 (tem gente que mete a mão). Você encontra nas cores azul, verde, amarelo, lilás e rosa; e nos tamanhos 0-3 e 3+. O pack vem com 2 unidades.

No fim, é uma compra que indico e recomendo.
Espero que gostem da dica!

beijos,