Se você está noiva ou já casou com certeza já ouviu/tá ouvindo/vai ouvir várias frases como “ah, ninguém vai reparar nisso”, “não gasta dinheiro com isso não”, “não perco seu casamento por nada”, e tantas outras. Eu não sei porquê as pessoas cismam de meter o bedelho onde não são chamadas. Qual o prazer em palpitar tanto a vida alheia? E te juro que casamento é uma parada que todo mundo que dar uma opinião. A verdade é que você vai ter vontade de socar muita gente pelo caminho até o altar. Quero te poupar do aborrecimento e dar umas dicas de situações que, infelizmente, vão acontecer durante o preparativo ou no dia do casamento.

1 – Ninguém confirma presença
Você coloca no convite praticamente em letras garrafais “confirme presença até o dia tal” mas ninguém lê. Como? Não sei. Vai chegando o dia do casamento, você tem 400 pessoas na lista e 52 confirmados. As pessoas acham que é bobagem, não fazem ideia da importância da confirmação. E se você não contratou uma cerimonialista para fazer este serviço e/ou colocou uma amiga/madrinha/irmã/prima/whatever para ligar de um por um vai levar um susto enorme no dia do casamento. O que me leva ao próximo tópico…

2 – Pessoas queridas faltarão ao seu casamento
E não vão te dar um bom motivo pra isso, ok? Não precisa chorar, se descabelar ou ficar chateada. Vai acontecer. Eu tive uma lista de convidados bem generosa e sinalizava quem eu achava que iria aparecer ou não. Eu tinha certeza que a pessoa X não iria e a Y iria. Aconteceu o contrário. Muita gente que eu nem cogitei estava lá na igreja morrendo de tanto chorar e uma galera que eu jurava que não perderia esse dia só curtiu a foto no Facebook.

3 – As pessoas compram presente de última hora
Se você tá casando contando com a lista de presente pra mobiliar a casa, senta e chora. Eu não convidei ninguém pensando em presente, recebi todos com muita alegria (CLARO!) mas não era requisito para ir no casamento. Assim como madrinha e padrinho NÃO SÃO obrigados a dar presente melhor. Quem disse isso? PELAMOR! Mas voltando, os presentes chegam mas não na mesma hora que você entrega o convite. Então acalma seu coração, lá pela semana do casamento você vai receber uma enxurrada de presentes. É ótimo!

4 – Você vai ter pesadelos com o seu casamento
Eu tive os sonhos mais estranhos da vida nessa época. Sonhei que não tinha decoração no salão e as pessoas com pena traziam arranjos de flores das próprias casas, sonhei também que não tinha quem fizesse meu cabelo e minha prima tentava fazer uma trança sem sucesso em mim. Isso só não significa que tudo vai dar errado no dia e se der…

5 – Só você vai saber se algo der errado
É um clichê danado mas é uma verdade absoluta. Se der errado só você vai saber. Afinal, aqueles detalhes que você tanto planejou estão na sua cabeça apenas (ao menos que seu noivo seja participativo). Se deu errado foi porque a cerimonialista não se atentou a tudo o que você passou, o que é um erro grave. Mas fica tranquila, ao menos que falte comida e bebida ninguém vai se dar conta de outras coisas.

5 – Faça a festa do SEU jeito
O casamento é seu e só a sua vontade deve ser levada em consideração, e do noivo também (mas só se ele tiver bom gosto hahahaha). Muita gente vai falar pra mudar a cor, que o salão é longe, que o buffet tem que ser mais refinado, que tem que ter alcool, que a música precisa ser mais povão. Enfim, vão opinar em tudo que não interessa a eles. Faça do seu jeito, como você sonhou. Casamento é sonho! Seu sonho! Mas eu preciso dizer que…

6 – Nem tudo é essencial
To me contradizendo, eu sei. Mas é que nós sabemos que casar é caro pra caramba e a gente fica louca com tudo que vê nos blogs e feiras de noivas da vida. Nem tudo tem que ter no seu casamento. Tem que ter o noivo e a noiva, até a festa entra na lista do “se der”, rs. Mas se tiver festa não precisa investir em tudo que vê pela frente. Vou te dar uma lista de coisas que eu fiz e achei bobagem: adesivo para pista de dança (ninguém viu), kit toalete (as pessoas pegam antes de usarem), lembrancinha (lembrancinha boa é comestível. Coloquei doces em caixinhas de MDF que deu um trabalhão pra pintar. Jogaram fora!) etc etc etc. Se tiver com dinheiro sobrando, faz. Se não tiver, vale pensar mil vezes se isso vai fazer falta no seu casamento, ok?

7 – Não precisa aumentar a quantidade de doces
Essa é dica de amiga. Minha cerimonialista falou “Lu, coloca no máximo 8 doces por pessoa, incluindo os bem casados”. Eu fui lá e coloquei 14 doces, fora os bem casados, brownies, pães de mel e macarons. Mesa pra formiga nenhuma botar defeito. A mesa ficou cheia? Muito. Todos os doces foram pra mesa? Não. Galera saiu de lá com doce pra mais de um mês. E qual a necessidade disso? Nenhuma. Podia ter economizado nesse item.

8 – Saiba dizer “não”
Pessoas se convidam para o casamento, pessoas se convidam para ser madrinhas, pessoas até dão por certo que os filhos serão seu pajem. Ignora, amiga. Não convide ninguém porque a pessoa achou que ia, convide quem realmente está do seu lado. É seu casamento, não precisa fazer média com ninguém.

9 – O mundo não para porque você vai se casar
Eu sempre vejo noivas reclamando que a madrinha tal não tá dando atenção, se sentindo abandonada, carente e talz. Amiga, já parou pra pensar se essa pessoa não tá com problemas sérios na sua vida e não quer compartilhar com você pra não atrapalhar seu momento feliz? Sei que é um dia especial pra você mas olha, o mundo não para por causa disso. Os problemas das pessoas continuam, saiba lidar com isso. Claro que tem gente cagando pro seu casamento e doido pra achar defeito pra falar mal até dizer chega, mas nem todo mundo é assim.

10 – Aprenda a delegar
Talvez a melhor coisa que fiz no meu casamento. Eu confiei nos meus fornecedores e disse exatamente como queria as coisas. Me arrependi de algumas coisas? Sim. Mas na hora parecia certo pra mim. Também tive ajuda de amigas, madrinhas e não tive vergonha ou medo de pedir ajuda. Assim eu consegui ser uma noiva super tranquila porque eu não centralizei tudo. Sempre leio que organizar casamento dá trabalho, que as pessoas ficam loucas, que é um segundo emprego e posso dizer com toda sinceridade que não vivi isso.

Espero que tenham gostado. No mais, não deixe de tirar um tempo para você e seu noivo. Sei que nessa época o estresse é alto e o dinheiro apertado. Saí muitas vezes pra comer cachorro quente na rua só pra sair de casa, mudar o ambiente, e com o dinheiro contadinho, rs. As vezes a gente só pensa na noiva mas o noivo tem papel fundamental no casamento. Mesmo que ele não se interesse tanto pelos detalhes, compartilha com ele, escuta o “aham, tá ótimo” que ele vai te dar sem nem olhar se o guardanapo rosé é mais bonito que o branco, rs. Mas criem lembranças desse período.

Um ótimo casamento para você!
beijos,

 

10001552_4676513608356_969368382279680316_n

1- A louça não lava sozinha e a fada mágica da louça também não existe – e nem é o Dudu

2 – Uma vez que você dorme com ele ao seu lado, dormir separado é TÃO difícil

3 – Coisas simples fazem o coração bater mais que um “eu te amo”, tipo ele acordar mais cedo e fazer seu leite todos os dias de manhã – e levar na cama <3

4 – Sexo matinal faz toda diferença pra começar bem o dia – e vale cada segundo de atraso depois 🙂

5 – Brigar de leve é normal, é saudável e ajuda a acertar várias detalhes no relacionamento e rotina

6 – Não importa quanto você peça, eles não conseguem abaixar a tampa do vaso

7 – Você passa a valorizar momentos bobos como ficar no sofá à toa, mesmo que só por 15 minutinhos

8 – Experiências culinárias são bem vindas, mas manera aê nas gordices porque a balança pede socorro rápido

9 – Dividir as tarefas domésticas otimiza o tempo livre dos dois. Logo, mais tempo juntos! Think about it!

10 – Casa de Pinterest é bacana, mas pode custar seu rim, fígado e o salário de um ano inteiro.

Adapte sempre a sua realidade e bolso. Tem muita coisa bacana, acessível e econômica por aí.

Conta aê, o que você aprendeu com o casamento?

Esse assunto é polêmico e eu tô longe de querer criar polêmica por aqui. Vou trazer minha opinião sobre o assunto, e espero que ela seja respeitada, independente de ser igual a sua, ok?

Acho que mudar o nome é uma questão muito pessoal. Cada um tem seu motivo para trocar ou não. Se você conversar com noivas e casadas, vai ver que há as mais diversas opiniões sobre o assunto. Eu troquei o meu nome e não me sentiria casada se não tivesse feito assim. Lembro quando era criança e fazendo o dever de casa com minha mãe, descobri a história do meu nome – tanto o Luana (que tem um significado todo especial) quanto os sobrenomes. Ela contou dos sobrenomes dos meus avós e por fim o Soares, que era do meu pai e que ela passou a usar depois que casou. Eu achei isso o máximo. Amei a ideia de ter o nome do meu futuro marido.

Dudu nunca me pressionou para trocar de nome. Escrevendo esse post estou, inclusive, pensando que não sei a opinião dele sobre isso. Como sempre falei que trocaria de nome, acho que ele nunca comentou o que ele achava, por saber que eu já estava certa sobre o assunto.

Eu mantive o sobrenome do meu pai, que eu usei a minha vida toda e acrescentei o do marido. Sei que não magoei ninguém nesse processo. Meus pais sempre encararam isso naturalmente, e me incentivaram até. Mas sei que muita gente não troca com medo de magoar os pais.

Quando mamãe me falou da história do meu nome, ela falou que quando casou com papai, eles formaram uma nova família, e essa família tinha o sobrenome dos dois. Então sempre pensei nisso. Sei que tem gente que vai ler isso aqui e torcer a cara, mas é minha opinião. E aqui não tem nada de discussão de machismo X feminismo. Só tem a história de uma menina que realizou o sonho de formar sua família. E tudo saiu do jeito que ela sempre imaginou.

IMG_5818A parte chata – e motivo de muitas para não trocar o sobrenome -, é ter que trocar os documentos. E isso custa tempo e dinheiro. Eu não terminei de trocar os meus, estou fazendo isso bem lentamente por pura falta de tempo, mas segue como funciona as coisas.

RG – Troquei no Poupatempo. Pagamos um Duda e fiz a alteração. Precisei levar o Duda pago e a certidão de casamento (cópia e original). Pelo que me falaram demora um pouquinho mais porque precisam confirmar a mudança de nome. E realmente a minha demorou mais do que a do marido, que precisou tirar uma outra porque perdeu a dele;

CPF – Troquei nos Correios. Paguei uma taxa pequena e fizeram na hora. Mas pode fazer também no Banco do Brasil e na Caixa Econômica. Só fiquei chateada porque (parece que) agora é só um papel e meu anterior era um cartão bonitinho;

CNH – Esperei a minha vencer para trocar. Fui direto no Detran. Paguei mais um Duda (mas ok, já tinha que pagar mesmo pra renovar) e também demorou um pouquinho. Deram a mesma justificativa;

Título Eleitoral: Ainda não troquei, mas já vi que é só ir no Cartório Eleitoral da minha região com o RG novo e a certidão de casamento. Também sai na hora. Pelo que me contaram, não é preciso pagar, mas sei lá né?

Carteira de trabalho: Também não troquei. Mas é só ir no Ministério do Trabalho, não precisa tirar uma nova, eles só fazem uma anotação. Parece que também não é preciso pagar…

PIS: Mais um que falta trocar. É direto na Caixa Econômica – qualquer agência

Outros itens que você deve trocar o nome: Plano de saúde, banco e cartões de crédito, contas de consumo (luz, água etc), seguro do carro – Esse eu troquei. Só precisei enviar a certidão de casamento pra eles.

Espero que ajude vocês de alguma forma.
Um beijo!