Segunda passada comecei a minha dieta e vim contar pra vocês como tem sido essa fase da minha vida. Queria dizer que é fácil, mas não é. É puxado, exige foco, autocontrole e determinação. Vai dar vontade de comer doce e gordice sim, principalmente no início. Fora que ninguém vai parar de comer essas coisas perto de você.

A principal mudança na minha dieta é o café da manhã. Desde criança eu tomo um copo de leite assim que acordo e lá pelas 10h/11h como algo. E eu tive que inverter isso. Meu novo café inclui frutas, suco e torrada/pão integral. E eu obrigatoriamente preciso acordar mais cedo pra comer tudo isso. Nos primeiros dias senti muita falta do leite e me sentia fraca, mas agora já estou acostumando.

Aliás, senti muita dor de cabeça nos primeiros dias. Não imaginei que sentiria tanto, como a alimentação mudou – desde o tipo de comida, quantidade e até mesmo os horários -, meu corpo sentiu. Mas segui firme.

IMG_7808

Crepioca, meu novo amor <3

No almoço, estou comendo mais em quantidade e qualidade. O arroz branco foi abolido e só consumo o integral agora. Nada de carne vermelha, só branca, e cozida, assada ou grelhada. E nisso tudo, eu passei a levar comida de casa e foi um trabalho a mais. Cozinhar, fazer as marmitas, deixar tudo pronto.

E nisso tudo eu voltei pra academia. Semana passada consegui ir duas vezes, mas nessa segunda semana pretendo intensificar. Meu joelho ainda não aguenta muita coisa, mas vou tentar ir 3 vezes por semana e sábado, se der.

Bom, há sete dias eu não como doces, fritura, pão, embutidos, refrigerantes/suco de caixinha. Me sinto um pouco desinchada. Acho que não sinto mais porque estou num período pré-menstrual.

Daqui a dez dias volto na nutri e vou ver o resultado disso tudo. Assumo que estou com medinho de não ter conseguido perder peso, mas também sei que é aos poucos. Um passo de cada vez. Um dia de cada vez.
E eu vou conseguir.

beijos,